sábado, 9 de fevereiro de 2019

Qual o interesse das empresas de TI em estimular a entrega de carta de oposição às contribuições do Sindicato?

Qual o interesse das empresas de TI em estimular a entrega de carta de oposição às contribuições do Sindicato?
via Sindpd

Muitos trabalhadores se perguntam - e se não o fazem, deveriam - o motivo pelo qual, todos os anos, os patrões ou responsáveis pelos recursos humanos enviam circulares, liberam funcionários, organizam caravanas, entre outras práticas, para estimular, forçar e até coagir os trabalhadores a entregarem uma carta no Sindicato para não contribuir com o Sindpd?

Patrões se negam a negociar para rasgar Convenção Coletiva, aplicar lei rasa e pagar menos

Patrões se negam a negociar para rasgar Convenção Coletiva, aplicar lei rasa e pagar menos
via Sindpd

Fim das negociações. Nesta terça-feira, (05) a comissão patronal impôs novamente condições para negociar a Convenção Coletiva de Trabalho 2019, numa expressa tentativa de sabotar as garantias e direitos da CCT da categoria.

Ministério Público do Trabalho arquiva mais uma denúncia contra o Sindpd sobre as contribuições

Ministério Público do Trabalho arquiva mais uma denúncia contra o Sindpd sobre as contribuições
via Sindpd


O procurador do Trabalho em Araraquara Rafael de Araújo Gomes arquivou outra denúncia anônima contra o Sindpd feita para abertura de procedimento contra o novo modelo de carta de oposição do Sindicato. No dia 14 de janeiro, outra decisão, também do Ministério Público do Trabalho, indeferiu pedido de abertura de inquérito civil contra a entidade pelo mesmo motivo.

Contratos anteriores à reforma trabalhista devem ser rescindidos com sindicato

Contratos anteriores à reforma trabalhista devem ser rescindidos com sindicato
via Sindpd

A 1ª Seção de Dissídios Individuais do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região manteve decisão liminar que determina que as rescisões contratuais de bancários do Itaú admitidos antes de 11 de novembro de 2017, quando entrou em vigor a reforma trabalhista (Lei 13.467/2017), devem ser homologadas no sindicato da categoria.