sexta-feira, 27 de setembro de 2019

Facebook começa teste para ocultar número de curtidas

Facebook começa teste para ocultar número de curtidas
via Exame

O Facebook anunciou, nesta sexta-feira, que começou a ocultar o número de curtidas nas publicações em sua rede na Austrália, uma medida experimental para aliviar a “pressão” que pode ser ampliada para escala mundial.

Os usuários australianos não conseguem mais ver o número de “likes” de uma publicação nem a quantidade de vezes que um vídeo foi assistido na rede social.

Apenas o autor da publicação sabe quantas pessoas apreciaram. “Não queremos que (os usuários do) Facebook se sintam competitivos”, explicou a rede social em um comunicado.

“É um teste para estudar como as pessoas reagem a este novo formato”, destacou o Facebook, que pretende “aprender com a experiência” para decidir se a ideia será ampliada.

A importante modificação tem por objetivo aliviar em certa medida a pressão social derivada da necessidade de obter a aprovação dos demais e concentrar a atenção mais na própria publicação do que em sua popularidade.

Mais de um bilhão de pessoas utilizam o Facebook em todo o mundo. A rede social é acusada de ter um impacto na saúde mental, especialmente entre os jovens. O teste acontece quase três meses depois da adoção da mesma medida no Instagram.

Mapa de Fintechs do Brasil registra crescimento no setor

Mapa de Fintechs do Brasil registra crescimento no setor

Entre 2018 e 2019, o setor de fintechs no Brasil recebeu novas empresas e diversificou tanto o seu modelo de negócios como serviços prestados, de acordo com a versão 2019 do Mapa de Fintechs do Brasil, levantamento feito desde 2011 pelo blog Finnovation para avaliar o cenário anual do setor de startups financeiras do país.

Segundo a pesquisa, existem 504 fintechs operando no país, espalhadas em 10 segmentos. O número representa um aumento de 34% em relação ao ano passado, quando o número registrado foi de 377 negócios.

Perfil de quem cria

O 'Mapa' também identificou que 58% dos empreendedores das fintechs estudadas têm mais de 35 anos de idade. Do total de fundadores analisados, apenas 6% contam com menos de 25 anos.

A informação vai ao encontro a outra pesquisa, divulgada recentemente pela startup Distrito, apontando que a maioria das startups só atinge o status de unicórnio quando sua liderança está com 36 anos e três meses. Ambas as infos reforçam a ideia de que, ao contrário do que se pensa, ter experiência profissional é um fator importante para o sucesso da companhia.

Negócios e oportunidades

Atualmente, o setor de pagamentos conta com a maior presença de startups, aumentando sua participação de 23% para 26%. Em seguida, vem a área de crédito, com 17% das fintechs (contra 15% em 2018).

Um dado interessante é a quantidade das marcas voltadas para o segmento B2B, que aumentou de 48% para 61%. Este crescimento inclui uma boa parte de fintechs que estão nascendo para colaborar com grandes instituições financeiras, reduzindo suas ineficiências e ajudando-as a melhor atender o mercado.

Ao analisar o número total de startups pesquisados, descobriu-se que 62% estão inovando por meio de um novo modelo de negócios, enquanto as 38% restantes se diferenciam por meio da tecnologia empregada. De acordo com a pesquisa, o dado mostra que há espaço para a criação de produtos ou serviços que ofereçam um padrão diferente do visto dentro do mercado tradicional.

iPhone 11 ganha data para chegar ao Brasil

iPhone 11 ganha data para chegar ao Brasil
via Exame

iPhone 11, a linha mais recente de celulares da Apple, chegará ao Brasil a partir de 18 de outubro deste ano. As três versões do aparelho devem chegar ao mercado nacional, iPhone 11, iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max.

Os preços dos novos smartphones da Apple ainda não foram divulgados.

Os novos iPhones rivalizarão com modelos sofisticados que adotam o sistema operacional Android, como o Samsung Galaxy Note 10+ e o LG G8S, que são vendidos, respectivamente, com preços sugeridos de 6 mil reais e 4.300 reais.

Em nota a EXAME, a Apple informou o seguinte:

“Estamos muito animados em trazer a nova dual-câmera do iPhone 11, bem como a do iPhone 11 Pro e iPhone Pro Max, uma nova linha pro para iPhone, que oferece a mais avançada performance para clientes do Brasil, começando as vendas em 18 de outubro, sexta-feira. iPhone 11 e iPhone 11 Pro estarão disponíveis em apple.com/br, no Apple Store app, nas lojas da Apple, nos parceiros varejistas e em operadoras selecionadas”