quarta-feira, 8 de julho de 2020

Trump usa foto da estátua do Cristo Redentor em campanha nas redes sociais: 'Nós vamos proteger isso'

via G1

A equipe de campanha do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, impulsionou nas redes sociais um anúncio pago com a imagem da estátua do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro.

A postagem, veiculada na última sexta-feira (3) na página oficial do republicano, pedia assinaturas de apoiadores que "estão com ele contra a esquerda radical". A publicação estava fora do ar nesta segunda (6), mas ainda era possível vê-la na página dedicada a anúncios mantida pelo Facebook.

"Estamos enviando uma lista com todos os americanos que assinarem seus nomes ao presidente logo amanhã pela manhã. Ele vai ver seu nome?", indaga o post. Além disso, logo abaixo da imagem do Cristo Redentor, aparece a inscrição: "Nós vamos proteger isso".

As declarações sobre "combater a esquerda radical" estão em linha com os recentes discursos feitos pelo atual presidente no Dia da Independência dos EUA. Após protestos contra o racismo, Trump tem adotado postura dura contra a derrubada de estátuas ligadas a figuras racistas ou colonialistas.

Campanha nas redes

De acordo com o Facebook, as postagens nessa rede social e no Instagram — também controlado pela empresa de Mark Zuckerberg — tiveram de 4 mil a 5 mil impressões, que é o número de vezes que o anúncio foi visualizado em uma tela. Essa métrica pode incluir várias visualizações pelas mesmas pessoas.

Além disso, diz o Facebook, a equipe de campanha de Trump gastou no máximo US$ 100 com essa publicação. Somando toda a semana entre 28 de junho e 4 de julho, o republicano gastou US$ 1.640.757 com anúncios relacionados a "questões sociais, eleições ou política" — valor equivalente a mais de R$ 8,7 milhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário