segunda-feira, 13 de agosto de 2018

Acordo de PLR é aprovado por trabalhadores da MV&P em Araçatuba

Acordo de PLR é aprovado por trabalhadores da MV&P em Araçatuba
via Sindpd

No dia 30 de julho, trabalhadores da MV&P Tecnologia em Informática aprovaram a proposta de Participação nos Lucros e/ou Resultados (PLR) apresentada pela empresa referente ao período de 1 de janeiro a 31 de dezembro de 2018. A renovação do acordo atenderá a uma série de métricas estabelecidas entre a empresa, os trabalhadores e o Sindpd.

"Aprimoramos a PLR 2018 com base no sucesso da métrica negociada sobre a PLR 2017 ?ser simples e alcançável?, para que todos continuem a entender a meta e, juntos, buscarmos o resultado. Adquirimos maturidade no processo e trouxemos melhorias para este ano como a efetivação do resultado operacional. Percebemos uma aceitação excelente por parte dos funcionários, que abraçaram a ideia e seguem fortes na busca pelos resultados", afirma um dos integrantes da comissão de trabalhadores Alex Cardoso de Oliveira, analista de Recursos Humanos.

A comissão dos empregados também foi composta pelo gerente de desenvolvimento Ricardo Gava Rodrigues, pela técnica administrativa Jéssica Daniele dos Santos, pela analista de desenvolvimento Wanderleia Cândida da Cruz Santos e pelo suporte técnico Agenor Borges de Carvalho Neto.

Para o analista de desenvolvimento André Luis Pavan, a forma como são estabelecidas as metas é crucial na busca pelos resultados. "A instituição da PLR democratiza os objetivos estratégicos do Grupo Assessor. Todos os colaborares têm acesso e buscam sinergia para entrega e melhora dos resultados operacionais, se sentido parte de um grande sistema", disse.

Previsto para ser pago em parcela única, no dia 30 de abril de 2019, a PLR foi elogiada pelo diretor do Sindpd que acompanhou o processo, Walter Volpe. "A proposta vem melhorando a cada ano, facilitando o entendimento por parte dos trabalhadores e tornando as metas mais factíveis. Fato comprovado por ter sido o acordo do ano anterior o primeiro com pagamento da parcela de PLR", analisou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário