quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Trabalhadores de Campinas aprovam pauta completa da Campanha Salarial

Trabalhadores de Campinas aprovam pauta completa da Campanha Salarial
via Sindpd

Em Campinas, mais de cem trabalhadores aprovaram as propostas do Sindpd para a defesa da categoria em 2018. A assembleia, que aconteceu na última sexta-feira (1º), no Hotel Vila Rica, ainda garantiu a aprovação da contribuição sindical dos profissionais de TI da região para todo o exercício do ano que vem.

Cientes das ameaças que a reforma trabalhista reserva a todos os brasileiros - como as novas regras de trabalho intermitente, jornada de trabalho e férias -, de acordo com a diretora Loide Belchior, representante da Regional, todos os trabalhadores presentes manifestaram seu apoio à atuação do Sindicato. Para a dirigente, "o trabalhador sabe que, neste momento, ele precisa muito mais da Entidade que o representa do que antes".

"Após a nossa pauta de Convenção Coletiva ter sido aprovada por unanimidade, a contribuição sindical também foi aprovada com apenas uma abstenção. A gente explicou muito bem, deixamos clara a importância da autonomia e independência econômica do Sindicato. Esclarecemos que, ao contrário do que a mídia tradicional divulga, a contribuição é obrigatória, sim, como determina o artigo 8º da Constituição Federal", afirma Loide.

Durante a assembleia, a diretora também destacou que o chamado negociado sobre o legislado (ou as Convenções e Acordos Coletivos estarem acima da CLT) é o que traz a urgência do fortalecimento das entidades sindicais. Segundo Loide, "é preciso ter a consciência de que sem o Sindicato, não existirá organização dos trabalhadores; e sem organização, não existirá mais as conquistas presentes nas Convenções e Acordos, porque não haverá mais Convenções e Acordos Coletivos".

"Sem esses documentos que negociamos com o patronato, os profissionais de TI perdem os valores da sua hora extra e adicional noturno, que são maiores do que o previsto pela CLT, o auxílio-creche, vários benefícios que o Sindpd conquistou ao longo desses 33 anos desde sua fundação. E os trabalhadores de Campinas e região concordaram conosco. Eles sabem que a sobrevivência do Sindicato depende da participação dos trabalhadores", explica a dirigente - posicionamento ratificado pelos trabalhadores.

Presentes na assembleia, o funcionário da Softway Caio Ribeiro e o profissional da Sophus Tecnologia Sidmar de Campos concordaram com a pauta e ressaltaram que as reivindicações para 2018 são importantes à categoria. Ambos ainda foram contemplados com duas das dez cestas de Natal sorteadas aos sócios do Sindicato no mesmo dia. Mais sete trabalhadores também ganharam celulares e tablet.

Além da discussão sobre pontos da reforma trabalhista, os profissionais também reivindicaram uma edição na cláusula a respeito do vale-refeição. Assim como os trabalhadores de Jundiaí, os sócios presentes na assembleia pediram que o texto deixasse claro o direito dos funcionários ao benefício durante as férias, licenças e afastamentos - o que o Sindpd negociará em janeiro.

Também participaram da assembleia os diretores Abaitaguara Gonçalves, Ismael de Souza, Mirian Kronka e Sue Ellen Naka.

Nenhum comentário:

Postar um comentário