terça-feira, 1 de agosto de 2017

BGM Rodotec tem proposta de Participação nos Lucros e Resultados aprovada

BGM Rodotec tem proposta de Participação nos Lucros e/ou Resultados aprovada
via Sindpd

Nesta segunda-feira, 31, o diretor do Sindpd Pedro Luiz Saldanha participou de assembleia realizada junto aos trabalhadores de Tecnologia da Informação da BGM Rodotec Tecnologia e Informática para votar e discutir a proposta de Participação nos Lucros e/ou Resultados (PLR) de 2017.

A renovação do acordo foi aprovada por unanimidade mediante votação de 122 profissionais da empresa. A BGM firma acordo de PLR desde 2012. "Diante da projeção dos resultados da empresa, confirmada pelos seus representantes na assembleia, ficou evidente que as metas serão atingidas", afirmou o diretor do Sindicato. A PLR será paga no dia 31 de março de 2018, mediante atendimento das métricas estabelecidas.

A coordenadora de RH Neide Pimenta, que está há 10 anos na BGM, acompanhou todos os acordos fechados até hoje e comentou a atual PLR. "Esse ano queríamos uma PLR que, ao final do ano, a gente conseguisse, efetivamente, pagar para os funcionários. Então reformulamos o conteúdo para que isso fosse possível no final do período", disse.

Segundo Saldanha, a nova métrica negociada tem o intuito de tornar alcançável a PLR, já que em 2016 o objetivo definido não foi atingido. "Queremos, ano a ano, conseguir propostas mais vantajosas para os empregados, por isso acompanhamos de forma frequente os acordos", afirma.

Para a funcionária, a PLR é um reconhecimento do empenho de cada trabalhador. "Acredito que o pouco que a empresa tenha de lucro é plausível que façamos a distribuição para todos os colaboradores que contribuíram com o resultado", analisou. "Temos uma parceria boa com o Sindpd, então todos os momentos que fazemos o contato temos o respaldo e acompanhamento necessário. [O Sindicato] tem uma importância considerável no processo", relatou a coordenadora de RH.

Durante a assembleia surgiram algumas dúvidas, dentre elas, se todos têm direito de forma linear e igualitária à PLR e se os demitidos no decorrer da vigência do acordo também teriam acesso ao benefício. "Esclarecemos tudo. Por conta dessas dúvidas é que a aproximação com o Sindicato é essencial para o bom andamento dos acordos de PLR da categoria", esclareceu Pedro Saldanha. Também acompanhou a assembleia a diretora Isabella Tsai Kawase.

Nenhum comentário:

Postar um comentário