terça-feira, 13 de junho de 2017

Alteração no sistema de Banco de Horas na HBSIS é aprovada por trabalhadores

Alteração no sistema de Banco de Horas na HBSIS é aprovada por trabalhadores
via Sindpd

No dia 1 de junho, a diretora Loide Belchior participou de assembleia junto aos trabalhadores da HBSIS Soluções em TI, em Campinas, para analisar e aprovar a proposta do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2017 voltado à alteração do sistema de banco de horas.

O acerto do banco de horas deverá ser feito quadrimestralmente, sendo o pagamento efetuado considerando o seguinte: até 40 (quarenta) horas remanescentes serão pagas com acréscimo de 75% (setenta e cinco por cento), horas remanescentes acima de 40 (quarenta) horas serão pagas com o acréscimo de 100% (cem por cento).

No cômputo mensal do banco de horas, as horas positivas excedentes a 20 (vinte) horas, serão pagas com o acréscimo de 75% (setenta e cinco por cento) e as horas negativas excedentes a 24 (vinte e quatro) horas serão automaticamente descontadas sem a possibilidade de transferência para o mês subsequente.

Para Loide Belchior, a ACT trouxe muitas vantagens para os trabalhadores. "Na Convenção Coletiva de Trabalho - 2017 o pagamento quadrimestral do banco de horas é feito a partir de 120 horas remanescentes, e não 40; o mesmo caso se repete no cômputo mensal, cujas horas positivas excedentes na CCT é de 50 horas, e não 20. As negativas são 40 horas, e não apenas 24 horas, como conseguimos aprovar na HBSIS este ano", explicou a diretora do Sindicato.

O acordo aprovado pelos trabalhadores se tornou vigente no mesmo dia da assembleia, 1 de junho, e rescinde no dia 31 de maio de 2018. A alteração será aplicada a cerca de 50 profissionais. De acordo com a diretora, os demais itens do documento não sofreram intervenções e foram aprovados por unanimidade pelos trabalhadores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário