terça-feira, 26 de julho de 2016

"Fica evidente que o Sindicato está brigando pela gente", afirma Otávio Cunha, da E-Deploy

PLR E-Deploy Sindpd
via Sindpd

Com proposta aprovada por unanimidade pelos funcionários, a Participação nos Lucros irá beneficiar cinquenta e dois trabalhadores da E-Deploy. Na sexta-feira, dia 22 de julho, o diretor Luciano Gonçalves Porto esteve na sede da empresa, em Alphaville, para conduzir a assembleia que garantiu a renovação do acordo referente a 2016. O benefício será pago integralmente em parcela única, a ser liquidada até março do próximo ano.

Luciano acredita que a PLR simboliza o reconhecimento profissional, manifestado por meio de do auxílio financeiro. Segundo ele, o benefício também motiva o trabalho em equipe e a conquista por melhores resultados. Para o analista de negócios Otávio Silva Cunha, a PLR promove um melhor desempenho e amplia o rendimento entre os funcionários. Há dois anos atuando na E-Deploy, ele acredita na reciprocidade do acordo. "Acima de tudo, a PLR estimula a produtividade do profissional", analisa.

Ao reunir trabalhadores e o Sindpd, a assembleia de PLR é, muitas vezes, o primeiro encontro da categoria com a instituição que a representa. Otávio Cunha aprovou a maneira como dúvidas foram esclarecidas e benefícios foram apresentados aos funcionários. "Eu acredito que, além desses benefícios, ter um órgão correndo atrás para nós, da área de tecnologia, isso é legal. Essa forma do Sindicato atuar junto com o trabalhador e brigar pelas causas dos profissionais da área de tecnologia é bem interessante. Fica evidente que o Sindicato está brigando pela gente", confirma.

Seja no fechamento de novos acordos ou em relação às renovações, o preparo do Sindpd para lidar com os empregadores é fundamental para a consolidação da Participação nos Lucros nas empresas de TI. Luciano Porto frisa a importância do trabalho realizado pelo Sindicato, que já garantiu o benefício a 30 mil trabalhadores apenas nos quatro primeiros meses do ano. "No atual momento financeiro que o País está atravessando, é de suma importância a responsabilidade dos empresários em continuar aplicando parte dos lucros aos trabalhadores", afirma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário